Jovem que matou homem de 52 anos, depois de conhecê-lo pelo Grindr, é condenado a 16 anos de prisão

assassino-grindr-18-anos-jpg

Um caso chocante de assassinato motivado por homofobia em fevereiro, em Sussex, Inglaterra, teve seu desfecho no mês de novembro com a condenação do culpado.

Ben Bamford, de 18anos, foi considerado culpado por matar Paul Jefferies, de 52 anos, com quem mantinha relação sexual. Paul conheceu Ben através de um aplicativo de relacionamento.

Paul foi esfaqueado na gargante e teve mais de 40 ferimentos em todo o corpo, quando foi encontrado pela polícia já sem vida, nu, no chão da cozinha da própria casa, com um pano cobrindo seu rosto. À época, informações da imprensa local diziam que os dois mantinham um caso há 3 anos.

Segundo o The Telegraph, Bamford devia a um traficante de drogas uma quantia de R$ 1.400, de quem estava sofrendo pressões para receber o dinheiro. Sem trabalho, o assassino matou Paul para roubar seus pertences a fim de quitar sua dúvida, afirmaram os promotores.

O tribunal considerou Ben Bamford culpado e o condenou a 16 anos de prisão por um “ato de carnificina implacável”.

Por Tiago Minervino

Acompanhe a Vamos Contextualizar no Facebook

Anúncios